Um vigilante que presta serviços na agência do Banco do Brasil no Bairro Amapá, Núcleo Cidade Nova, em Marabá, mantém neste momento ao menos cinco pessoas reféns no setor de serviços da unidade. A ação dele começou pouco antes das 8 horas.

Segundo as primeiras informações, o vigilante está em posse de três revólveres. Guarnições da Polícia Militar e da Polícia Civil estão do lado de fora do banco. Há pouco ele liberou um dos reféns para falar com os policiais.

O homem, que é funcionário do banco, repassou o recado do vigilante. Este teria mandado dizer que está disposto a negociar e que se o refém liberado não retornar para o interior da agência pretende matar os demais e, posteriormente, se matar.

Do lado de fora há outros funcionários e pessoas acompanhando o desfecho. Ainda não se sabe a motivação do vigilante. A equipe do Correio de Carajás está no local e em breve terá mais informações.

(Luciana Marschall com informações de Josseli Carvalhoe Correio de Carajás.