O ator da Globo José Loreto teve seu nome envolvido em uma polêmica após a publicação de um vídeo com quase uma hora de duração neste domingo (9). As imagens mostram o ator se masturbando. No Twitter, o nome do ator que trabalhou na novela ‘Avenida Brasil’ ficou entre os tópicos mais publicados.

Alguns ainda chegaram a elogiar os atributos do rapaz. “Meu Deus, que homem é esse”, disse uma insternauta.

No conteúdo do polêmico vídeo, José aparece tendo uma relação íntima na webcam.

No final do dia, o ator se pronunciou em uma postagem em sua conta do Instagram afirmando que o vídeo é dele, mas que foi publicado sem autorização e que seus advogados assumirão o caso.


Loreto lembrou ainda que a divulgação sem consentimento do dono é crime e que a vítima e a família também são afetadas.

CASO CAROLINA DIECKMAN GEROU LEI

Essa não é a primeira vez que um artista tem seu nome envolvido em situações de vazamento de vídeos e fotos íntimas. Em 2012, a atriz Carolina Dieckmann acabou tendo imagens íntimas roubadas de seu aparelho de celular.

A repercussão do caso acabou impulsionando a criação de uma lei, sancionada ainda em 2012 pela então presidente Dilma Roussef, para tentar coibir esse tipo de vazamentos sem autorização das pessoas envolvidas. A lei foi batizada com o nome da atriz e prevê punição que vai de trabalhos comunitários a prisão.

Desde então, nomes como Stênio Garcia e Paulo Zulu tiveram fotos íntimas divulgadas na internet.

(Com informações de UOL)