O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse nesta terça-feira (27), ao comentar a candidatura do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), ser ‘muito difícil’ que alguém que se apresente como ‘puramente reacionário’ vença a eleição presidencial no Brasil.

Ele ainda questionou o fato de Bolsonaro ser associado a uma imagem de “liberal” após escolher o economista Paulo Guedes para montar seu programa econômico.

“É muito difícil que alguém que se apresente como puramente reacionário —que não é liberal, é reacionário— ganhe”, disse FHC, durante seminário organizado pelo jornal “O Estado de S. Paulo” na capital paulista. “Mas em política nada é impossível”, completou.

Segundo o ex-presidente, Bolsonaro “aparece como uma força de quem quer ordem”, mas não tem “pensamento de liberal”. “Não sei se até tem pensamento”, afirmou. “Eu acho que seria bom ter um ingrediente liberal.”

Para o tucano, no entanto, “quem for candidato do mercado vai perder” a disputa, “porque é simbolizado como se fosse dos ricos”. “Tem que ser um candidato que as pessoas sintam que a vida deles vai estar mais segura e que eles vão ter mais oportunidades”, afirmou.

Questionado várias vezes sobre a candidatura do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para o Planalto, FHC disse que o companheiro de partido “tem chance de ganhar”.

Fonte: FolhaPress