Reivindicando reajuste salarial, funcionalismo público protesta em frente à Prefeitura e faz caminhada pelas ruas de Canaã

Centenas de servidores públicos de Canaã dos Carajás se organizaram nas primeiras horas da manhã em frente à Prefeitura Municipal para um protesto pacífico. Em pauta, o requerimento do reajuste salarial que, de acordo com os servidores, não acompanhou o índice da inflação nos últimos três anos. O ato é a segunda parte do ciclo de manifestações decididas pelos sindicatos em assembleia extraordinária realizada na última terça-feira (6).

O manifestação desta manhã é o último antes da greve geral marcada para segunda-feira (19). Os funcionários públicos, de várias pastas municipais, paralisaram os trabalhos durante a manhã para participar do manifesto. Um dos atos que mais chamou a atenção de todos foi a montagem de duas barracas em frente à sede do poder executivo. Segundo os servidores, o prefeito Jeová Andrade descumpriu o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado em novembro do ano passado. Segundo o prefeito, o município não teria condições financeiras de arcar com o reajuste exigido.

De acordo com os servidores, o reajuste salarial de 27% que o prefeito e o secretariado recebeu no início do ano incomodou e causou ainda mais revolta em todos. Vários cartazes questionando o novo salário dos gestores foram vistos durante a manifestação.

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SISPUMCAC), Sheury Barros, disse que os servidores ainda aguardam por propostas: “Eu acredito que o melhor que o prefeito faria era chamar os sindicatos para poder fazer uma proposta e a gente não precisar entrar em greve. O cidadão, que paga os seus impostos, não merece ser prejudicado. Nós estamos abertos a uma conversa, a um diálogo e esperando ainda uma proposta. Prefeito, chame a gente e vamos evitar essa greve.

Os centenas de servidores, gritando palavras de ordem e exibindo cartazes de protesto, fizeram uma caminhada pela avenida Weyne Cavalcante. Depois disso, os manifestantes foram recebidos pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Junior Garra, na plenária da Casa de Leis, para uma conversa.

A Prefeitura Municipal se manifestou sobre o ato através de nota. Confira:

Nota resposta – ato dos servidores públicos municipais

Em relação ao ato dos servidores públicos municipais realizado nesta quinta-feira (15), a prefeitura de Canaã dos Carajás destaca que respeita e defende o direito de manifestação assegurado pela democracia, no entanto, vê com estranheza as motivações para tal ato, tendo em vista que tem mantido aberto o diálogo com os servidores, e recebeu, em reunião no último dia 6, os representantes de todos os sindicatos. Na ocasião, ficou definido um novo encontro no próximo dia 27, para que a administração apresente números e discuta as possibilidades para reposição salarial e do vale alimentação.

Vale destacar ainda, que ao contrário do que tem sido irresponsavelmente divulgado, a administração jamais atrasou o salário dos servidores públicos municipais. Pelo contrário, desde janeiro de 2013, todos os servidores tem recebido rigorosamente em dia.

Já em relação aos salários dos secretários municipais e do prefeito, cabe esclarecer que a fixação do salário do prefeito, vice e auxiliares, assim como do Legislativo, deve ser feita pelos vereadores apenas a cada quatro anos, sempre no último ano de cada Legislatura, valendo para a Legislatura seguinte e levando em conta as perdas dos anos anteriores.

Sendo assim, os secretários municipais de Canaã, ao contrário dos servidores, não tinham nenhuma reposição desde 2013. Sensível à situação das finanças do município no ano passado, o prefeito Jeová Andrade baixou decreto para a não aplicação da Lei, no âmbito do Executivo, durante o ano passado, passando a valer somente a partir deste ano.

Por fim, a administração reitera que está disposta a fazer todos os esforços possíveis para apresentar uma proposta de reposição salarial justa para os servidores e que, sobretudo, não prejudique as finanças do município e a população como um todo.

Em entrevista ao programa do jornalista Carlos Magno, na Rádio Correio, o prefeito Jeová Andrade reafirmou o compromisso do governo com o funcionalismo. De acordo com o gestor municipal, o executivo melhorou a vida dos servidores e nunca atrasou um dia sequer os pagamentos. Ainda durante a entrevista, Jeová convocou os representantes dos sindicatos para uma reunião nesta sexta-feira (16) para tratar do reajuste e tentar evitar que a greve aconteça.

Via/Jornal In Foco