Jogadores são demitidos após sexo grupal no vestiário do Sport Clube Gaúcho, de Passa o Fundo

Após o vazamento de um vídeo nas redes sociais, na última sexta-feira (30), em que um jogador do Sport Clube Gaúcho, time da terceira divisão do Rio Grande do Sul, masturba dois colegas no vestiário da equipe, os atletas foram desligados do clube.
Segundo o UOL Esporte, evitando dizer que os três atletas e mais o que filmava foram demitidos, Gilmar Rosso, que está há oito anos à frente do tradicional clube de Passo Fundo, disse ter chegado a um acordo no último sábado (1) com os jogadores.

Ainda conforme publicação do UOL, o time gaúcho foi alvo de críticas e piadas. Rosso informou que recebeu o vídeo do roupeiro do time e as imagens foram registradas no vestiário do time, mas fora do horário de expediente. Ele alegou também que, mesmo não tendo preconceito, fica inviável a permanência dos jogadores na equipe. O cartola também acrescentou que até onde sabe os três não são gays e só fizeram sexo tirando onda, mas depois do vídeo vão precisarão provar se são ou não.
O responsável pelo Sport Clube Gaúcho pretende iniciar uma campanha para provar que seu clube combate a homofobia.

Fonte: Bocão News